10 de dezembro de 2009

LEITURAS # 31

TODA A GENTE

Toda a gente critica o telemóvel do vizinho
Mas no fundo toda a gente queria ter um igualzinho
Toda a gente grita: todos diferentes todos iguais!
Mas se calhar há uns quantos bacanos a mais
Toda a gente quer ser solidária
Mas na hora da verdade toda a gente desaparece da área
Toda a gente quer ser muito moderna
Mas a tacanhez essa há-de ser eterna
Toda a gente quer fazer algo de original
Acabando por copiar aquilo que acham original
Toda a gente repara que acabo duas frases da mesma maneira
(se for esse o caso toda a gente caiu na ratoeira)
Apenas quero confirmar se estou a receber a devida atenção
Da parte de toda a gente que ouve essa canção
Toda a gente precisa de parar e relaxar um bocado
E eu, como toda a gente, já ‘tou stressado

Refrão:
Pego no microfone e faço disso o meu talento
Por fora, por dentro, mostrando o meu rebento
Superficial, composto, directo e indirecto
Tá-se cool e tá-se bem
Entrega-te ao meu som é agora o que convém
Toda a gente critica
Toda a gente tem muita pica,
Mas é na mesa do café que toda a acção fica,
Não há dinheiro que pague este sozinho…
Manda mas é vir mais um cafézinho

Toda a gente até compra camisa
Mas dessa treta ao fim ao cabo já ninguém precisa
Toda a gente fala da situação em Timor
Muitos para ganharem algo, e muito poucos por amor
Há quem costume falar de revolução
Mas a revolução não vai ser transmitida na televisão
Ela tem que acontecer dentro de cada um
Caso contrário nunca chegaremos a lugar algum
Há quem queira resolver os problemas do mundo inteiro
De uma só vez, confiante, tal e qual um bom escuteiro
Mas enquanto se perseguem tão nobres ideais
Esquecemo-nos de limpar os nossos quintais
Tentamos combater todos os males da terra
Quando afinal é na nossa casa que começa a guerra
Toda a gente devia parar de falar olhar para dentro e agir
Virgul – dá-lhe a seguir

Refrão

Carlos Pac Nobre e Bruno Silva (Da Weasel), in “3º Capítulo”

16 comentários:

hfm disse...

Sorri, melhor, sorri-te.

ParadoXos disse...

este é um dos melhoress sons deles, a mensagem dessa letra continua bem actualizada!


teu abraço
um fim-de-semana bom!

heduardo

Mar Arável disse...

Tem razão

a coisa deve começar

nos espelhos

Vieira Calado disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vieira Calado disse...

Pois,amiga!

Neste mundo ninguém se entende...

Bom fim de semana

Graça Pires disse...

O que vale é que há por aí uns cantores que vão chamando a atenção para certos comportamentos.
Um beijo, Maria Manuel.

jorgeferrorosa disse...

Toda a gente terá sempre alguma coisa para dizer... mas aquilo que falta ficará em falta. Que te dizer mais? Deixo um beijinho
Jorge Ferro Rosa

maré disse...

é verdade
acho muito pertinente muitas destas mensagens que só chegam até ao mundo através da música. os jovens são tantas vezes a forma lúcida de se chegar lá...

_____

um beijo azul
sim, um destes dias, será mais longo o tempo da palavra

heretico disse...

"Mas é na mesa do café que toda a acção fica..."

quem canta assim não é gago!

muito bem!

beijos

gabriela rocha martins disse...

"'tá.se cool ,minha!"



.
beijos

Maria Costa disse...

Deste modo se também dizem realidades.

Ana disse...

Toda a gente devia ler ... e reflectir.

Um beijo para ti, Maria Manuel.

~pi disse...

paradoxos

[ sempre

o

paradoxo

caminhando-em-si

em sol-dó-nós,




beijo




~

APC disse...

Eis um exemplo da arte a prestar um serviço de alerta(s).
Beijinhos e boas festas.

maré disse...

maria manuel

Foi impossível contactá-la por mail. desconheço a razão, mas veio devolvido.
Deixo-lhe o meu:
luana-49sh@hotmail.com
Um beijo e o desejo de Boas Festas

Claudia Sousa Dias disse...

nunca tinha olhado para dentro da poesia dos Da weasel...
foi precioso passar cá. no seu blog.

e deixar envolver nos seus blues.

no halo azul de Maria Manuel.

obrigada.


csd